A cuidar do nossos animais de estimação desde 2008

Nala

10 de fevereiro, 2014
      


  
Nala,
Tudo começou em 01-05-1999!
O dia em que te fomos buscar!
Tinhas uma irmã, linda como tu, mas o Dono olhou para ti e disse: É ESTA!
Assim que te dei colinho começas-te logo a roer as minhas pulseiras! J
Bem vida à, tua, nova casa! J
Sem qualquer timidez, exploras os cantos à casa, ignoras por completo a tua alcofa e escolhes o sofá para te instalares. Na hora de ir dormir, fizeste chantagem, e claro o resultado foi a minha cama…. E assim continuou! 
Tinhas apenas um mês e uma energia contagiante mas, muito traquina …. J nos dias seguintes deliciavas-te com os vasos das flores … seguiu-se o papel higiénico e depois as famosas “corridas loucas”, batíamos  as palmas e lá vinhas tu.
Mas afinal, tratou-se apenas de publicidade enganosa, pois passado um tempo, tornaste-te numa verdadeira lady. Não gostavas de ver nada desorganizado, tornaste-te na guardiã da casa, verdade seja dita, passaste da categoria de “cão” para a minha Menina! 
Foram quase 15 anos, uma vida de tanta cumplicidade, só nós as duas é que sabemos!
Não há palavras que descrevam o choque da tua partida inesperada. Tem sido muito difícil chegar a casa e saber que não estás à minha espera, sinto tantas saudades do teu mimo, do toque do teu focinho, do teu pelo sempre tão fofo, enfim de TI!
Nalinha, a Dona sabe que já tinhas uma idadezinha, mas não aparentava nada e, na noite anterior parecias tão bem. 
A tua ausência deixou um vazio em todos. As lágrimas, essas continuam a ser muitas, minhas, e não só!
A tua outra “dona”, que cuidou sempre bem de ti e fazia questão de te engordar com comidinhas alentejanas, ficou muito triste com a tua partida.
O teu Dono é como tu sabes, sofre em silêncio e pensa em ti, não na hora do adeus, mas sim, nos momentos de alegria (e não só), que partilharam.
Aliás, a família só estava completa quando estávamos os quatro em casa.
Ficarás para sempre no nosso coração.
PS1: Acredito que tenhas encontrado o Tari e a Tara (grandes amigos), em relação à Michelin, espero que ela te tenha recebido com muitas lambidelas e não com “aqueles dentinhos afiados”!
PS2: O Stupy ficou com a tua ração!
PS3: A tua “boinha” está em boas mãos. 
Um dia quem sabe! … De quem te ama muito! 
A tua Dona, e não só!