A cuidar do nossos animais de estimação desde 2008

Pantufa

16 de junho, 2014
      Querido Mano Pantufa,

Foi com os olhinhos ainda quase fechados que chegaste às nossas vidas e família em Novembro de 2002. Desde esse dia, durante onze anos e meio, nunca mais deixaste de olhar por nós, e para nós, com o teu olhar intenso e brilhante. Esse olhar único e especial, a transbordar de amor.

Encheste as nossas vidas e família de sorrisos e memórias inesquecíveis que vamos guardar para sempre. O que nos une é honesto e desinteressado, e por isso mesmo incondicional. O tipo de amor que se procura, muitas vezes, sem se encontrar nos humanos. Mas, que tu – pequenino, divertido, inocente, e com um coração enorme, nos deste todos os dias, de todos estes anos, até que descansaste no dia 12 de Junho de 2014.

És o nosso mano. O nosso pequeno bode. És o melhor de nós. E, por tudo o que nos deste, quase de certeza que fomos o melhor de ti.

Estás connosco todos os dias do passado, do presente e do futuro.

Obrigada por tudo.

Um beijinho dos Pais – Maria João e José Roberto – e das Manas – Magda e Margarida Roberto