A cuidar do nossos animais de estimação desde 2008

Mónica

09 de maio, 2016
       Num dia de Junho de 2002 esta pequena criatura entrou na minha vida. Tinha um mês de idade e mal sabia andar ou saltar para um sofá. A Mónica, Nica, Nini ou Coelhinho branco como tantas vezes a chamava dava cor aos meus dias. Vi-a crescer e de "três pêlos" (como o meu pai a chamava) tornar-se numa gata lindíssima, uma "princesa", conhecia todas as suas manias, os brinquedos favoritos (o "pótamo" na foto), o miar (e o significado de cada miau), as brincadeiras, os cantinhos favoritos para dormir. Esteve sempre comigo, mesmo em momentos menos bons da minha vida... sempre carinhosa e brincalhona. Nunca estive verdadeiramente sozinha porque a Mónica e a Heidi (a minha outra gata) estavam comigo. Ambas viveram comigo nos Olivais, em Chelas, em Oeiras de depois novamente em Chelas. Nestes últimos dois anos foi difícil estar longe e viver pela primeira vez mesmo sozinha, mas sabia que dentro de meses ia voltar a ter as minhas "coelhinhas" comigo aqui em Londres.
Num dia de Abril de 2016 a minha Nini deixou-me. Estou longe e ainda parece mentira porque ainda há duas semanas estava ao meu colo, ainda há duas semanas miava para mim e corria para a frente dos meus pés. Sei que poucas pessoas entendem a dor, mas a Mónica é mais do que um animal de estimação, é família, é minha amiga, é a minha bebé. Perdi-a e dói muito saber que nem estava por perto.
A minha Mónica, a minha gatinha vai estar sempre no meu coração, a minha princesinha (a mamã nunca te vai esquecer coelhinha <3 )