A cuidar do nossos animais de estimação desde 2008

Nala

30 de agosto, 2016
      Nala
07/04/2016 - 20/07/2016
Já passou quase 1 mês, e a tua falta é algo inexplicável, não há barulho, não oiço o teu miar a pedir comida, os teus saltos, os vasos continuam no mesmo sitio, sem ti a espalhar a terra, não existe mais vida nesta casa.
Trouxe-te comigo dentro do meu casaco, numa noite de muito vento e frio, cabias na minha mão, má, entre arranhões e mordidelas fomo-nos conhecendo, mostrei-te e ensinei-te que só queria cuidar de ti, mas depois disso tu me mostraste muito mais. Mostraste-me que para amar, não precisamos nem sempre de nos compreender, não precisamos de esperar por algo em troca, basta ser simples e verdadeiro, o pouco tempo que estiveste cá creio que foi para me poderes ensinar isso, sabia que eras especial e que alguma coisa te tinha posto no meu caminho naquele dia frio, partiste demasiado cedo minha bebé, antes de poder te dar a vida que merecias, parte de mim foi contigo nesse dia, estou tão vazio, tão.....
Desculpa por não ter estado quando precisaste, está tudo tão quieto aqui em casa, tão silencioso, tão parado, tão sem ti.
Adeus Bebecas
Obrigado
R.S.